Mestre Moa do Katendê – A primeira vítima.

Documentário, Brasil, 2018, 46 min.

Direção, Roteiro e Montagem: Carlos Pronzato. Produção: Paulo Magalhães. Câmera: Carlos Pronzato e Edmilson Barbosa. Edição: Diogo Lula. Direção de Produção: Edmilson Barbosa.

O filme, realizado de forma dinâmica, no calor dos acontecimentos, visa celebrar a memória do Mestre Moa, com seu legado e realizações, e denunciar seu assassinato como um fruto da escalada da violência política estimulada pelo discurso fascista de ódio.

Trata-se de uma produção independente, que se divide em dois temas interrelacionados: a apresentação e trajetória do Mestre Moa na cultura afrobaiana, destacando-se a capoeira e o afoxé; e as interpretações do sentido desse crime no atual cenário político brasileiro.

Foram entrevistadas mais de 30 pessoas, dentre familiares, membros do movimento negro e do cenário cultural afro-baiano, com cobertura de atos e cenas de arquivo.

Realizado por La Mestiza Audiovisual, produzido pelo Conselho Gestor da Salvaguarda da Capoeira na Bahia e pelo Coletivo Ginga de Angola, contou com apoio do Sindae – Sindicato dos Trabalhadores em Água e Esgoto no Estado da Bahia. Às filmagens foram realizadas em Salvador – BA em Outubro de 2018, e a edição foi feita no departamento de comunicação do Sindae.

Informações: facebook.com/mestremoadoc

(Visited 31 times, 1 visits today)